quarta-feira, 6 de maio de 2015

TOQUEM AS TROMBETAS. DIRETOR DA GLOBO ANUNCIA O FIM DO BBB

Já deu, né Bial?

Quem deu a maravilhosa notícia foi o Portal Metrópole. Reportagem do site afirma que o diretor da dona-do-mundo Rede Globo de Televisão anunciou que o programa mais sem-noção-e-sem-futuro do mundo vai, finalmente, acabar.

Palmas. Ao texto:

Depois de 14 anos, finalmente os telespectadores do Brasil conseguem vislumbrar o fim do BBB (Big Brother Brasil).

Essa semana, Boninho, o diretor do maior reality show da Globo, anunciou o fim da atração para 2017.


Boninho não deu maiores esclarecimentos sobre o fim do BBB, porém, especula-se que o principal motivo seja a queda de audiência.



GOVERNO ESTADUAL TENTA ESCONDER NÚMEROS DO CRESCIMENTO DE ASSASSINATOS, DIZ OPOSIÇÃO



Entre janeiro e abril de 2015, Pernambuco alcançou a marca dos 1.304 assassinatos. São 180 mortes a mais do que o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) do mesmo período de 2014, quando foram contabilizadas 1.124 mortes, segundo dados da Secretaria de Defesa Social. Já em abril de 2015 foram 323 casos fatais, contrastando com as 296 mortes de 2014 (27 vítimas a mais).

Os números mostram claramente que os homicídios em Pernambuco estão crescendo, ao contrário da tentativa do Governo do Estado em iludir a opinião pública ao divulgar o resultado de abril de 2015 comparando apenas com o último mês de março. O Governo do Estado, que em período recente tinha tanto apreço a esse tipo de comparação estatística, esquece de expor essa realidade à população, divulgando para a imprensa apenas o que lhe é conveniente.

Em vez de tentar jogar com números, o governo deveria apresentar o que tem feito estruturalmente para reverter a tendência do aumento da violência em Pernambuco. Não apenas maquiando a estatística, mas indicando quais políticas públicas pretende adotar, por exemplo, para valorizar os profissionais da área de segurança, a exemplo dos policiais civis, policiais militares, delegados e agentes penitenciários.

terça-feira, 5 de maio de 2015

EM ENTREVISTA À FOLHA, ANTONIO DE NESTOR FAZ DURAS CRÍTICAS AO PREFEITO AURICÉLIO: "É UM FRACO, NÃO SABE ADMINISTRAR"

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Cabrobó, Antônio de Nestor, não economiza críticas ao prefeito de Cabrobó, Auricélio Torres (PSB), nesta entrevista exclusiva ao jornal Folha da Cidade
Há dez anos no comando de um sindicato que conta com cerca de dez mil filiados, Antônio tentou voos maiores em 2012, quando se candidatou a prefeito do município. Perdeu para uma aliança gigante que abrigava o ex-prefeito Eudes Caldas (PTB) e atual e vencedor Auricélio Torres. Antônio guardou em seu currículo a marca de 5.669 votos, que hoje o levam à condição de pré-candidato da oposição. Sobre 2016, ele não tem meia conversa e faz questão de demarcar terreno com a sua posição. Confira na entrevista.

FOLHA DA CIDADE - Como o sr. vê a situação do trabalhador rural hoje?
ANTONIO DE NESTOR - Estamos há cerca de 10 anos no sindicato e vejo a agricultura no nosso município cada vez pior. Muita coisa não desandou ainda devido ao trabalho que o sindicato vem fazendo, principalmente na área de sequeiro. A gente tem investido muito com os programas sociais da nossa grande presidenta Dilma, que tem continuando o trabalho do ex-presidente Lula, principalmente na construção de cisternas.

Quais são as maiores reivindicações do STR de Cabrobó? 
A principal seria um projeto de irrigação. A gente tem aí a questão do projeto Maria Preta que foi usado como mote político quando sabemos que nada foi feito. Temos também a questão da perfuração de poços, recuperação e construção de barragens, et. A gente solicita através de ofícios às entidades, como por exemplo o Dnocs. Iclusive estamos realizando a perfuração de quatro poços nas comunidades de assentamento Poço da Umburana, associação Quilombola da Santana, associação do Caderaozinho e associação do Catolé e Badajó.

Como é a relação do STR com o poder público municipal?
Não tem nenhum relacionamento.

Por quê?
Porque ele (o prefeito Auricélio) leva para a questão política, né. A gente tem muitos trabalhos que poderiam ser em parceria com a secretaria de Agricultura, mas não existe porque ele não participa, por questões políticas.

DITADURA NUNCA MAIS

Cena da ditadura militar no Brasil, reproduzida no cinema: Tragédia política

Como é lamentável e preocupante a disseminação do ódio político de pessoas, ditas “de bem” que chegam, inclusive a defender a volta do regime militar no Brasil, tanto nas redes sociais quanto nas manifestações que ocorreram no país nos dias 15 de março e 12 de abril.

O patético clamor de grupos pró-militarismo dá nó no estômago de qualquer ser humano que tenha o mínimo de conhecimento da  recente história política do país.

A FOLHA DA CIDADE AGORA É QUINZENAL. É MAIS JORNAL PRA VOCÊ

A edição 60 já está circulando. E a próxima chega esta semana

O jornal Folha da Cidade alcançou a marca de 60 edições no último dia 29 de abril.

É o periódico mais antigo em circulação de Cabrobó e da região do Vale do São Francisco pernambucano.

O jornal foi fundado em 1995 por Cláudio Angelim, Petrônio Cavalcanti e Carlos Angelim. Na época, abriu importantes trincheiras no jornalismo regional.

Passou por um período de hibernação, mas recentemente voltou para ficar. E com uma grande novidade:

Agora a publicação é QUINZENAL.

Isso mesmo. Não será apenas uma edição por mês, mas DUAS.

Significa mais jornal na mão dos leitores, que terão muito mais informações sobre Cabrobó e a região.

A próxima edição já está chegando. Será publicada na sexta-feira, dia 8 de maio.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

PML: CÂMARA APROVOU “BARBARIDADE HISTÓRICA"

O placar final nem de longe reflete a visão da população, para quem a CLT é uma conquista histórica 
Por Paulo Moreira Leite, No Brasil 247

Numa época que convive com denúncias frequentes de trabalho escravo, que envolvem até grandes empresas multinacionais, supostamente modernas e socialmente responsáveis — numa lista bem lembrada pela deputada Janete Capiberibe (PSB-AP) em discurso na tarde de ontem — o projeto de lei 4330, que libera as terceirizações, é um erro histórico e um abuso. O projeto foi aprovado ontem por 324 votos a 137. Em breve será encaminhado para o Senado. Minha opinião é que, se for aprovado também nesta Casa, a presidente Dilma Rousseff não terá alternativa além do veto.
É uma decisão drástica, que até pode vir a ser derrubada pelo Congresso, em outra votação. Mas é uma questão essencial para o país e a disputa vale a pena.

Depois da votação de ontem, o secretário da Presidência, Miguel Rossetto, divulgou nota, condenando a decisão. Está certo.

Mas é preciso ir além e tomar todas as medidas legais, ao alcance de um governo eleito pela maioria brasileiros, para corrigir uma decisão que é uma barbaridade histórica, questiona a Consolidação das Leis do Trabalho, uma das mais progressistas instituições brasileiras, e um dos elementos centrais da herança de Getúlio Vargas. Pelas leis em vigor, hoje é possível terceirizar atividades-meio numa empresa. Por exemplo: pode-se terceirizar o ascensorista de um banco, o serviço de manutenção de computadores e assim por diante. Os resultados nem sempre são os melhores nem os mais convenientes para todos os assalariados. Mas não se pode terceirizar o caixa nem a gerência. Agora pode. O mesmo vale para as montadoras de automóvel, para a indústria de informática, para as escolas.


quinta-feira, 12 de março de 2015

POLÍCIA MILITAR TROCA TIROS E PRENDE ASSALTANTES QUE ATUAVAM ENTRE CABROBÓ E SALGUEIRO

Após tiroteio, quatro participantes do grupo foram presos.
Mais fotos no final da matéria

Policiais militares do GATI e Malhas da Lei, da 2ª CIPM Cabrobó, descobriram um rancho às margem da BR 116, próximo à Torre do Bendó, em Salgueiro, que servia de acampamento para assaltantes que atuavam na região.

Na tarde de ontem, por volta das 15h, após esperar o momento certo, os PMs conseguiu surpreender os assaltantes que se encontravam no local.

O grupo reagiu à bala e houve troca de tiros. Ao final do tiroteio, os policiais conseguiram capturar Valter Vieira Pereira, Vanildo Vieira Fonseca Pereira (conhecido como Galego do Bendó), Gilvan Miciano Pereira (dois mandatos de prisão) e sua esposa Bianca dos Santos Rocha.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

CONCURSO PARA AGENTE DE SAÚDE EM SALGUEIRO

Foto ilustrativa

A partir de 7 de março até 9 de abril estarão abertas as inscrições para o processo seletivo para agente comunitário e agente de saúde ambiental e combate à endemias da Secretaria de Saúde do município de Salgueiro.

As inscrições acontecem exclusivamente pela internet, com taxa de R$ 30.

O concurso tem como objetivo preencher preencher 11 vagas do cadastro de reserva da Secretaria de Saúde. O salário é de R$ 1.014 mil mais insalubridade de 15%.

A seleção acontecerá em duas etapas. Na primeira, o candidato fará uma prova objetiva que tem caráter eliminatório. A segunda é uma avaliação de desempenho com Curso Introdutório.

BBB CONTINUA COM SEU REPERTÓRIO DE RACISMO, INTOLERÂNCIA E BURRICE

Angélica, uma das participantes do BBB, um programa que não faz nenhum sentido

O Big Brother deveria ir para o paredão por burrice, intolerância e racismo

Por Marco Sacramento no DCM

Os filhos de Angélica, participante do Big Brother Brasil 15 eliminada nesta terça-feira (25), deixaram de ir à escola depois que a mãe passou a sofrer ofensas racistas. Enfermeira na vida real, Angélica foi bombardeada por nomes como “macaca”, “galinha preta de macumba”, “eclipse” e outros ainda mais baixos. As crianças ficaram sabendo dessa história e agora aprendem sobre racismo da pior maneira possível.

As agressões que traumatizaram os meninos vieram das redes sociais, mas se os dois, de 7 e 4 anos, pudessem entender o que se passa no programa teriam motivos adicionais para não querer ir à escola, pois há tempos o BBB compila casos de racismo e outras formas de discriminação.

A edição deste ano teve comentários homofóbicos e racistas logo nos primeiros dias. No ano passado eles também estiveram na casa. “Se eu não usar desodorante, fico com cheiro de neguinha”, disse uma das participantes do BBB 2014. Outra competidora sugeriu matar pacientes soropositivos para acabar com a AIDS. É preciso estar muito imbecilizado por temporadas e mais temporadas de BBB para achar que as pérolas preconceituosas dos “brothers” são casos isolados.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

TEREZA LEITÃO EXIGE QUE O GOVERNO DO ESTADO PAGUE O PISO DOS PROFESSORES

Tereza Leitão: O governador Paulo Câmara não está cumprindo a promessa feita durante a campanha de dobrar o valor do piso salarial

A deputada Teresa Leitão (PT) fez um apelo, nesta segunda (23), pelo reajuste, em 13%, do valor do piso salarial dos professores em Pernambuco.

Ela explicou em plenário que o Governo Federal anunciou o percentual em janeiro deste ano, mas o valor ainda não foi repassado à categoria pelo Governo de Pernambuco.

De acordo com a parlamentar, o governador Paulo Câmara não está cumprindo a promessa feita durante a campanha de dobrar o valor do piso salarial.

"O Poder Executivo está acumulando dívidas, uma vez que o pagamento do reajuste vai precisar ser retroativo ao mês de janeiro", afirmou.

A deputada cobrou a valorização do magistério e disse que Pernambuco tem hoje 17 mil professores trabalhando em contratos temporários.

"O número é muito alto se comparado à quantidade de profissionais efetivos", alertou. Teresa defendeu que essas questões precisam ser resolvidas antes da aprovação do Plano Estadual de Educação, que deve ser apreciado pela Assembleia até 25 de junho.

DANÇAS TRUKÁ INSPIRARAM O ESPETÁCULO 'CHÃO', QUE ESTREIA EM PETROLINA NESTE FIM DE SEMANA

Bailarinos da Cia Balançarte passaram alguns dias entre os índios da Tribo Truká, na Ilha de Assunção. O espetáculo será apresentado sábado e domingo em Petrolina

Um universo místico e ancestral, onde o público certamente  vai se perguntar:  de onde viemos, para aonde vamos e o que fazemos agora com tanta modernidade?

Esta é uma das vertentes do espetáculo Chão, que a Cia Balançarte apresenta neste sábado (28) e domingo (1º de março), às 20h, no Teatro Dona Amélia – Sesc, em Petrolina.

O espetáculo de dança, que tem a concepção e direção de Fernanda Luz e Antonio Pablo, foi buscar na cultura indígena a ligação perdida do homem com a terra e o respeito com a natureza.

Para fazer esta viagem de volta às raízes, alguns bailarinos intérpretes da Cia Balançarte viveram alguns dias entre os índios da Tribo Truká, que vivem na Ilha de Assunção, em Cabrobó – PE.

FUNCIONÁRIA DA PETROBRAS DESMASCARA A GLOBO

Citada em reportagem do jornal O Globo sobre 'a nova rotina de tensão e medo na estatal', a petroleira Michelle Daher Vieira publicou uma carta aberta ao jornal O Globo e sua repórter que desnuda as intenções dos Marinho na cobertura da Lava Jato

Por Brasil 247

Depois de ter sua imagem usada numa reportagem do jornal O Globo que (adivinhem) denegria a Petrobras (leia aqui), a petroleira Michelle Daher Vieira respondeu à altura: publicou uma carta aberta em que critica o entreguismo das Organizações Globo e pede ainda a democratização da mídia.

O desabafo foi publicado em primeira mão no Tijolaço, de Fernando Brito. Confira, abaixo, a carta aberta de Michelle:

Carta aberta à Leticia Fernandes e ao jornal O Globo

Por Michele Daher Vieira

Antes de tudo, gostaria de deixar bem claro que não estou falando em nome da Petrobras, nem em nome dos organizadores do movimento “Sou Petrobras”, nem em nome de ninguém que aparece nas fotos da matéria. Falo, exclusivamente, em meu nome e escrevo esta carta porque apareço em uma das fotos que ilustram a reportagem publicada no jornal O Globo do dia 15 de fevereiro, intitulada “Nova Rotina de Medo e Tensão”.

Fico imaginando como a dita jornalista sabe tão detalhadamente a respeito do nosso cotidiano de trabalho para escrever com tanta propriedade, como se tudo fosse a mais pura verdade, e afirmar com tamanha certeza de que vivemos uma rotina de medo, assombrados por boatos de demissões, que passamos o dia em silêncio na ponta das cadeiras atualizando os e-mails apreensivos a cada clique, que trabalhamos tensos com medo de receber e-mails com represálias, assim criando uma ideia, para quem lê, a respeito de como é o clima no dia a dia de trabalho dentro da Petrobras como se a mesma o estivesse vivendo.

SALGUEIRO REDUZ TAXA DE HOMICÍDIOS E ALCANÇA PADRÕES DA ONU

Salgueiro era a "capital do Polígono da Maconha".
Hoje tem taxa de homicídios nos padrões da ONU - Foto: JC

Deu no Jornal do Commercio

"Quando comecei a trabalhar aqui, Salgueiro era o que a gente podia chamar de terra sem lei. Era a polícia de um lado, os bandidos do outro e os poucos negociantes ficavam no meio, servindo os dois lados. Com o passar dos anos, as coisas avançaram. Pode perguntar a qualquer morador. Uns mais, outros menos, mas todos vão dizer que tudo está melhor por aqui, inclusive a segurança.” O testemunho é do empresário José Carlos Silva Saraiva, 47 anos. Com a experiência de quem há 27 anos gerencia uma rede de postos de gasolina e restaurantes, Carlinhos, como é mais conhecido, assistiu de perto à transformação pela qual passou o município sertanejo. Distante 509 quilômetros do Recife, Salgueiro deixou para trás a nada honrosa alcunha de “capital do Polígono da Maconha” para ser a única cidade pernambucana de médio ou grande porte dentro dos parâmetros da Organização das Nações Unidas (ONU) para a análise da taxa de homicídios.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), agência subordinada à ONU, classifica como tolerável uma taxa de homicídios de até dez vítimas por cada grupo de 100 mil habitantes. Acima do índice, a violência passa a ser considerada endêmica no local. Com quase 60 mil moradores, Salgueiro fechou o ano passado com o registro de sete assassinatos, quatro na área urbana e outros três na zona rural, e uma taxa de 10,2. O município também é sede da Área Integrada de Segurança (AIS) com a menor taxa de homicídio de Pernambuco. Para efeito estatístico, o Estado foi dividido em 26 áreas. Formada ainda por outras seis cidades (Mirandiba, Cedro, Verdejante, Serrita, Terra Nova e Parnamirim), a AIS-23 registrou em 2014 a taxa de 11,8.

Em 2007, início do Pacto pela Vida, programa de combate à criminalidade cujo principal objetivo é reduzir a ocorrência de assassinatos, a taxa era de 17/100 mil habitantes. De lá para cá, Salgueiro experimentou um crescimento econômico, impulsionado pelas vagas de emprego formal geradas pelas obras da Transposição do São Francisco e da Transnordestina. No auge, foram cerca de oito mil operários em ação e toda uma cadeia direta e indireta de serviços.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

POR QUE 8 MIL CONTAS DE BRASILEIROS EM PARAÍSO FISCAL NÃO SÃO NOTÍCIA NO JORNAL NACIONAL?

Desde segunda-feira, os telejornais do mundo inteiro noticiaram o escândalo mundial do banco HSBC ter ajudado milionários e criminosos a sonegar impostos em seus países, usando sua filial na Suíça. Mas no Jornal Nacional da TV Globo, nenhuma palavra sobre o assunto.
Não se pode dizer que a notícia é apenas de interesse estrangeiro, pois 8.667 correntistas são associados ao Brasil, despontando como a quarta maior clientela.
O ex-gerente da Petrobras Pedro Barusco Filho, por exemplo, confessou em depoimento à Polícia Federal, ter mantido dinheiro de propinas neste HSBC Suíço durante um período.
No Brasil, não é só a TV Globo que parece desinteressada nesta notícia. O resto da imprensa tradicional brasileira também reluta em divulgar até nomes que já saíram na imprensa estrangeira.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

CODEVASF E COMPESA DISCUTEM ABASTECIMENTO D'ÁGUA NA ZONA RURAL DE PETROLINA



O superintendente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Pernambuco, João Bosco Lacerda de Alencar e o novo gerente regional da Compesa em Petrolina, João Raphael Rocha, discutiram a agilização do processo de gerenciamento dos sistemas de abastecimento de água já implantados e os que estão em fase de conclusão em localidades da zona rural de Petrolina.

Nessa lista, estão os sistemas de Cristália, Pedrinhas, Agrovila Massangano, Alta da Cabaceira, destinada e Caatinguinha. Outras duas redes estão em fase final de execução, como os sistemas de Nova Descoberta e o Assentamento Mansueto de Lavor que atenderá 121 famílias.

Conforme João Bosco, a prioridade é fazer esess sistemas funcionarem e agilizar as obras que estão próximas de ser finalizadas.